CryptoSAF-T

Sumário

O Decreto Lei n.º 48/2020 de 3 de agosto estabelece a obrigação de encriptação do ficheiro SAF-T (PT) para o efeito da entrega da IES/DA, bem como os respetivos procedimentos a adotar.
Na sequência desta alteração, a Lei n.º 119/2019, de 18 de setembro, veio alterar o n.º 6 do artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 8/2007, de 17 de janeiro, que passou a prever que devem ser excluídos, previamente à submissão, os campos de dados do ficheiro SAF-T (PT), relativo à contabilidade, que sejam considerados de menor relevância ou de desproporcionalidade face ao âmbito e objeto do referido decreto-lei, designadamente dados que possam pôr em causa deveres de sigilo a que, legal ou contratualmente, os sujeitos passivos se encontrem obrigados.
As aplicações de software de gestão são obrigadas a cumprir com as disposições deste diploma, designadamente, a criar um ficheiro SAF-T (PT) descaracterizado, através da encriptação do subconjunto de elementos que constam do referido diploma.

Índice de conteúdos deste repositório

Informação Técnica

Ferramentas

Outra informação

Ajuda

Use a secção de issues para consultar, colocar questões ou sugerir alterações à documentação.

Contributos

Temos muito gosto em contar com a sua colaboração neste projeto. Faça Fork deste repositório e envie o seus pull requests!

Licença

Este projeto está licenciado nos termos MIT License.
Last modified 1yr ago
Copy link
On this page
Sumário
Índice de conteúdos deste repositório
Informação Técnica
Ferramentas
Outra informação
Ajuda
Contributos
Licença