Mecanismo de cifra

A encriptação dos elementos tem por base o algoritmo de cifra aes-128-ctr que retira partido do uso de uma chave simétrica.

Parâmetros da cifra

Algoritmo de Cifra: Advanced Encryption Standard (AES) – FIPS 197 Modo de Operação: Counter (CTR) – NIST Special Publication 800-38A Chave De Cifra: Aleatória de 128 bits Vetor de Inicialização(IV)/Counter: Aleatória de 128 bits

CryptoSAF-T e IES/DA

Criação e envio de CryptoSAF-T

Descrição do processo

O ERP de Contabilidade tem de criar dois ficheiros: (1) o SAF-T (PT) de Contabilidade para efeitos de entrega da IES/DA e (2) o CryptoSAF-T a partir do ficheiro anterior.

O CryptoSAF-T tem por base a encriptação da lista de elementos referidos na legislação através do algoritmo de chave simétrica aes-128-ctr.

Para garantir a autenticidade do ficheiro original é necessário calcular o seu checksum. No entanto, o CryptoSAF-T deve ser criado a partir do ficheiro original e não a partir do ficheiro canonizado.

Uma vez concluídos todos estes procedimentos o utilizador estará em condições de submeter o ficheiro para efeitos do pré-preenchimento da IES/DA. O envio destes elementos é da competência exclusiva do contabilista da empresa.